WYLLYS AFIRMOU QUE BOLSONARO O TEM COMO "INIMIGO"


Em janeiro, parlamentar reeleito recusou seu terceiro mandato, após afirmar que desde a posse do atual presidente Jair Bolsonaro, o mesmo vinha recebendo ameaças.


“Eu recebia ameaças de morte por telefone, pelas redes sociais, por e-mail. Começaram, inclusive, a me ameaçar nas ruas”.
Em abril de 2016, o ex-bbb Jean Wyllys e o atual presidente, Jair Bolsonaro, tiveram uma discussão durante os debates do impeachment da ex-presidenta Dilma Rousseff. 
Após a eleição de Bolsonaro a presidente, por seu pensamento aposto as ações LGBT, as ameaças se intensificaram, segundo o parlamentar. 
Jean Wyllys relatou que o governo fez uma "campanha difamatória" com ele baseada em fake news e calúnias que os espaços vulneráveis. 
"Jair Bolsonaro me tornou uma espécie de inimigo, mas não era adversário político, era inimigo dele” afirmou Jean Wyllys. 

Postar um comentário

0 Comentários