Header Ads Widget

Responsive Advertisement

Recentes

6/recent/ticker-posts

O Brasil por Claudio Lessa

BrazilWars passa a compartilhar o jornalista Cláudio Lessa.

O jornalista Claudio Lessa tem 44 anos de experiência profissional, tendo iniciado sua carreira na TV Globo no DF. Trabalhou na Radiobrás, e em seguida se mudou para os Estados Unidos, onde atuou como International Radio Broadcaster no Serviço Brasileiro da Voz da América. Ainda em Washington, foi correspondente da Rede Manchete durante 6 anos, além de jornais (Correio Braziliense, por exemplo), revistas (Veja, por exemplo) e emissoras de rádio (Rádio JB AM, por exemplo). Em seguida, tornou-se o Bureau Chief da CBS TeleNotícias Brasil em Washington, projeto sediado em Miami que tinha como principais apresentadores o casal Eliakim Araújo e Leila Cordeiro. De volta ao Brasil, Claudio Lessa trabalhou na CNT e na Embrapa e em seguida foi aprovado num concurso público para a Câmara dos Deputados, onde hoje atua como editor na TV Câmara. Paralelamente, desenvolveu seu projeto próprio como comentarista político independente, de viés conservador, utilizando o estúdio de TV montado dentro de sua residência. A partir da segunda quinzena de junho de 2020, os comentários gravados e distribuídos nas mídias sociais se tornaram diários (de segunda a sábado). De lá para cá, ou cerca de dois meses e meio, o número de inscritos no canal do YouTube chegou a 195 mil (número que não para de crescer), sem contar as outras plataformas, como Facebook, Instagram, Vimeo, Telegram, BitChute, Cos.TV, Dailymotion, Brighteon, MeWe, Parler, Twitter, Linkedin, Patriotnet, WhatsApp e Spreaker (este último um site de podcast), que recebem diariamente o material gravado por Claudio Lessa, o que demonstra a entusiástica receptividade do produto oferecido aos telespectadores de todo o Brasil e do exterior, visto que a internet tem alcance planetário. Pelo YouTube, o alcance diário de cada comentário gira em torno de 110 mil visualizações. No Facebook, em três dias depois de postado, esse número varia entre 120 e 450 mil visualizações. A título de curiosidade, há alguns anos, quando os comentários eram gravados ocasionalmente, um deles, feito sobre Dilma Rousseff, chegou a 6 milhões de visualizações. No Instagram, conta que passou a ser movimentada apenas há dois meses e meio, quando do início das gravações diárias, o número de seguidores já passa de 11 mil. O WhatsApp é impossível de mensurar, mas as mensagens alcançam todo o território brasileiro e o exterior, segundo feedback recebido constantemente. As outras plataformas ainda não possuem um número significativo de seguidores, mas são importantes porque o público telespectador está ciente de que, se houver algum tipo de censura, as outras plataformas (especialmente Telegram, Brighteon, BitChute, Cos.TV, Dailymotion, Parler e Patriotnet) não censuram os conteúdos publicados. Claudio Lessa ainda grava comentários em inglês, que têm o intuito de informar o público de fora do Brasil a respeito da realidade brasileira, contrastando com a incansável campanha de difamação posta em prática pela esquerda mundial. Estes comentários também são distribuídos da mesma forma, nas mesmas plataformas descritas acima.

 

Atualmente, o jornalista Claudio Lessa atua com a preparação de um noticiário/comentário com duração em torno de 14 minutos, de segunda a sábado.


Para atender melhor seu público,  a BrazilWars passará a replicar seu conteúdo.




Postar um comentário

0 Comentários